Não impermeabilizar pode custar caro!

 

                                           Não impermeabilizar pode custar caro

                              

Se você acredita que a palavra mais importante da máxima “melhor prevenir do que remediar” seja, de fato, prevenir, não corra riscos, impermeabilize. Outra máxima explica bem a situação: “são favas contadas”…não impermeabilizar pode custar caro! Quando chega a época das chuvas, principalmente, alguns problemas se agravam e as pessoas se dão conta de que não dá mais para adiar aquele reparo em paredes e tetos com infiltração. Então, instala-se o corre-corre em busca de uma solução para o problema que poderia, sem sombra de dúvida, ser evitado.

 

A impermeabilização ainda é encarada, até mesmo por muitos profissionais da construção civil e especificadores de produtos, como um procedimento adicional e não como indispensável. Com isso, deixa-se de fazer e fica-se com ilusão de que houve economia. Pura ilusão mesmo. Estudos já realizados dão conta de que é mais aconselhável fazer a impermeabilização do imóvel na fase da construção do que adotar, posteriormente, soluções paliativas. Os números comprovam: os custos com impermeabilização previstos em uma obra residencial correspondem a cerca de 1% a 3% do orçamento total, enquanto os gastos decorrentes da má impermeabilização, ou de sua ausência, podem superar os 10%.

 

Para Cirene Paulussi Tofanetto, Gerente Técnica da Viapol, especializada em soluções para a impermeabilização e proteção das obras da construção civil, é imprescindível que o mercado e os profissionais compreendam a importância da impermeabilização nos processos construtivos: “Não só pelas questões estéticas, devido ao aparecimento de infiltrações e manchas, mas pela segurança, pois evita a deterioração das estruturas, reduz a geração de resíduos originários de reformas precoces, impede a ocorrência de problemas de saúde decorrentes da umidade e, em casos extremos, evita o colapso de estruturas”.

Ambiente saudável: saúde garantida

Por Arqta. Sharlene Muryel Lopes, Supervisora da área de sustentabilidade da empresa Viapol

 

É fato! Mudanças climáticas, embora necessárias, afetam diretamente a saúde, especialmente daqueles que sofrem com as doenças respiratórias. Em um país tropical como o Brasil…mais ainda. Vivemos os extremos: hora o tempo está seco, hora úmido. A questão é que as duas condições acabam sendo prejudiciais.

 

Final do inverno e início da primavera, época de umidade do ar mais baixa, também é um período em que os tais danos respiratórios acometem considerável parte da população. E quando existe uma conjunção de baixa umidade do ar com problemas de umidade nas edificações, via de regra, são as crianças que mais padecem, desenvolvendo doenças como asma, rinite e bronquite, além de problemas dermatológicos em função da proliferação de fungos e bactérias por meio dos bolores e eflorescências.

 

A melhor maneira de diminuir o impacto que a umidade nas construções causa na saúde de seus usuários é estar atento a uma boa impermeabilização, feita na etapa correta da obra. E não é só isso: essa iniciativa certamente lhe poupará inúmeros prejuízos como destruição de móveis, roupas, objetos decorativos, manchas em revestimentos, pinturas e até mesmo comprometimento da estrutura da edificação.

 

Caso o problema da umidade esteja acontecendo em um ambiente profissional, além de todos os problemas citados acima, ainda terá o agravante de o funcionário precisar se ausentar muitas vezes para ir ao médico, o que diminuirá consideravelmente sua produtividade. Por isso, estar em um ambiente saudável, profissional ou não, é fundamental para o bom andamento da rotina e da saúde.

Categorias:Dicas, Impermeabilização, Reforma Tags:

Manta Antirruído 5mm da Viapol é destaque em premiação

Manta Antirruído 5mm da Viapol é destaque em premiação

Produto foi reconhecido na categoria Produtos e Materiais de Construção pelo alto grau de inovação tecnológica

A Viapol, referência nacional no mercado de impermeabilizantes e soluções para a construção civil, foi destaque em produtos e sistemas construtivos inovadores na primeira edição do Prêmio Téchne de Inovação Tecnológica na Construção Civil, com sua Manta Antirruído 5mm. 

 

O produto foi um dos premiados na categoria Produtos e Materiais de Construção. Por meio de um júri técnico, composto por cinco engenheiros, cada produto inscrito foi avaliado, recebendo nota de 1 a 5 nos seguintes critérios:

 

°     Grau de inovação tecnológica;

°     Disponibilidade de dados sobre o desempenho do produto;

°     Aplicações relevantes em projetos no Brasil;

°     Ganho de produtividade;

°     Impactos sobre o meio ambiente e a sociedade.

 

Apenas os produtos e sistemas construtivos com média igual ou superior a três ganharam a chancela pelo alto grau de inovação tecnológica.

 

Para Marcos Storte, Gerente de Negócios da Viapol, em um mercado tão competitivo como o da construção civil no Brasil, ter um produto reconhecido e premiado é agregar ainda mais valor à marca: “Sem contar no orgulho de ver nossa criação, com tão pouco tempo de mercado, já despertando o interesse de engenheiros, construtoras e profissionais da área, tanto que ultrapassou as nossas expectativas de vendas no período 2013/2014, de forma significativa”.

 

 

O produto

A Linha Acústica Viapol nasceu de uma necessidade de mercado e da expertise da empresa que desenvolveu três novos produtos, atendendo aos três níveis da norma de desempenho em vigor. A questão do conforto acústico em edificações verticais é um problema recorrente e que, cada vez mais, vem causando desconforto, problemas de saúde e conflito entre os moradores.

 

Diante do problema, e dadas as características que podem ser alcançadas com os sistemas de mantas asfálticas, os técnicos da Viapol desenvolveram uma composição capaz de absorver os ruídos de impacto que acontecem nas lajes de pisos e tubulações de águas servidas em banheiros. A manta estruturada em não tecido de fibra de vidro, produzida com asfalto especial e acoplada à geotêxtil de alta gramatura – que cria um composto adequado à atenuação sonora –, com espessura de 5mm, atende o nível superior de atenuação acústica, exigido pela norma ABNT NBR 15575:2013 “Edificações Habitacionais – Desempenho”.

 

O prêmio

Prêmio Téchne Inovação Tecnológica na Construção Civil é uma iniciativa da PINI e da revista Téchne e tem como objetivo identificar e reconhecer materiais, equipamentos e sistemas construtivos inovadores lançados nos últimos três anos, tanto para obras de edificações, quanto para infraestrutura. Dividido nas categorias Produtos e Materiais de Construção, Sistemas Construtivos e Máquinas e Equipamentos, o prêmio é aberto aos fabricantes de materiais, sistemas ou equipamentos de todo o Brasil ou empresas de outros países que possuam parcerias, joint-ventures ou representação comercial com alguma empresa brasileira.

Categorias:Sem categoria Tags:

Viapol faz parceria com projeto de educação sustentável

23/07/2014 2 comentários

Viapol faz parceria com

projeto de educação sustentável

 

Os produtos da empresa serão utilizados na elaboração do telhado verde da bioconstrução Morada dos Ventos e foram escolhidos mediante análise do custo-benefício, facilidade de aplicação, durabilidade e qualidade de acabamento final.

 

Uma ideia, muita disposição e quem acreditasse. Com esses três fatores, o que era desejo virou realidade e, assim, o projeto Espaço de Educação Sustentável Morada dos Ventos, em Pindamonhangaba, cidade do Vale do Paraíba (SP), está tomando forma física, com o apoio da Viapol, referência nacional no mercado de impermeabilizantes e soluções para a construção civil.

 

Com configuração de bangalô, pequena edificação com único piso, construído com materiais e técnicas sustentáveis, o espaço terá estrutura de madeiras roliças de eucalipto, paredes feitas com terra crua (taipa de mão e tijolos de terra/palha), acabamento com calfitice (cal, fibras, terra e cimento) e telhado vivo contendo plantas cultivadas sobre tablado de compensado de madeira impermeabilizado com produtos Viapol. Para tanto, a empresa doou Manta Torodin Antiraiz (50m), pintura de imprimação Ecoprimer, e o selante Monopol Asfáltico.

 

Para Sharlene Muryel Lopes, supervisora de sustentabilidade da Viapol, mais do que simplesmente fazer a doação, o mais importante para a empresa nesse projeto é o cunho educativo, além da questão da pluralização da técnica do telhado verde – também conhecido como teto vivo ou cobertura verde –, que pode ser muito mais do que um apelo ambiental:

 

“Pode ser um modelo de construção eficiente e ambientalmente correta. Essa técnica traz inúmeros benefícios para o meio em que vivemos e para a construção na qual está sendo adotada, pois serve como isolamento térmico, ajuda na melhoria do ar, contribui para amenizar o aquecimento global, entre outros. O empenho da Viapol em multiplicar informações sobre impermeabilização, produtos de qualidade e técnicas eficientes é diário, por isso estamos sempre dispostos a formar parcerias que beneficiem a comunidade”.

 

Escolha acertada
Alexandre Almeida, educador, bioconstrutor e idealizador do Morada dos Ventos, explica que os produtos da Viapol foram escolhidos para o projeto mediante análise do custo-benefício, facilidade de aplicação, durabilidade, qualidade de acabamento final do telhado e orientação e capacitação técnica por parte da empresa para desenvolvimento e aplicação: “Além disso, primamos por parcerias com empresas que se interessam pelo tema de construção sustentável, que ofereçam produtos com qualidade e tecnologia e que atendam as necessidades de mercado e legislação”, pondera.

 

O processo de impermeabilização e implantação do telhado verde será demonstrado na prática por meio de cursos que acontecerão em dois finais de semana com finalidades distintas: no primeiro haverá a aplicação do impermeabilizante e no segundo serão implantados os sistemas de drenos, escoamento, calhas e plantio. A obra está sendo executada pelo próprio Alexandre Almeida, com participação de voluntários e participantes dos cursos.

 

Para utilizar os produtos Viapol da maneira correta e com a máxima eficiência, além da doação, a empresa ofereceu ao idealizador do projeto curso técnico de aplicação de mantas asfálticas em seu Centro de Treinamento. “Durante o período de alinhamento da parceria, também tiramos as dúvidas e orientamos quanto à utilização do produto mais adequado para aplicação almejada”, conta a arquiteta Sharlene.

 

Para obter sucesso na aplicação da manta Torodin Antiraiz sobre compensados de madeira, a supervisora da Viapol orienta quanto aos cuidados a serem adotados: escolher compensado naval por possuir tratamento contra umidade; utilizar pintura de imprimação Ecoprimer para propiciar uma ótima ancoragem sobre o compensado naval; varrer com vassoura de pelo a superfície no momento da colagem da manta; no ato da colagem empregar chama de maçarico apenas na massa asfáltica da manta.

 

Impermeabilização do telhado verde
Entre tantas vantagens na utilização das coberturas “verdes”, há de se destacar o risco da ocorrência de infiltrações, caso a impermeabilização não seja executada de forma adequada. O principal problema relacionado a falhas da impermeabilização é a ação perfurante das raízes da vegetação das coberturas.

 

Torodin Antiraiz, da Viapol, é uma manta asfáltica produzida a partir da modificação física de asfaltos com polímeros e estruturada com não-tecido de filamentos contínuos de poliéster. Possui em sua composição, herbicida atóxico que impede a perfuração por raízes das plantas. Disponíveis nas espessuras de 3 e 4 mm, são ideais para aplicação em jardineiras sobre lajes.

 

O Projeto 
A bioconstrução, iniciativa da empresa Biomas Naturais, tem como vocação ser um espaço destinado à educação sustentável, valorização da natureza, promoção e desenvolvimento de tecnologias sociais mediante técnicas construtivas ecológicas, energias limpas e renováveis, planejamento de ambientes sustentáveis, uso racional da água e demais recursos, produção alimentar ecológica e observação de aves.

 

Será base para as atividades de turismo ecológico e pedagógico envolvendo escolas, universidades e outras entidades, como também participantes dos demais cursos, oficinas e vivências realizadas no espaço.

 

A obra teve início em 29 de julho de 2013 e começou com a escolha do posicionamento, terraplanagem, colheita dos bambus e preparo do canteiro de obras. Até o momento, a construção envolveu 97 pessoas das mais distintas áreas.

 

“Essa iniciativa proporcionará propagação das técnicas construtivas sustentáveis, visto que esse espaço pretende ser referência em educação ambiental na região. Proporcionará, também, melhor aceitação das formas ecológicas de construir, aliando técnicas primitivas e ancestrais com materiais tecnológicos e de alto desempenho” finaliza Almeida.

Categorias:Sem categoria Tags:

A utilização de macrofibra TUF-STRAND

A utilização de macrofibra TUF-STRAND como reforço secundário em capeamentos de laje e proteção mecânica em impermeabilizações

A capa de concreto é necessária para execução de todas as lajes pré-fabricadas. Essa capa tem a função de solidarizar a estrutura, nivelar a superfície da laje corrigindo a contra-flecha e contribuir com a redistribuição dos carregamentos concentrados sobre a estrutura da laje.  Alguns desses capeamentos, chamados capas de compressão, fazem parte da própria estrutura da laje nas considerações de dimensionamento, contribuindo com a resistência mecânica em momentos fletores negativos da laje.

Na mesma linha de aplicação, as proteções mecânicas de concreto/argamassa são fundamentais para um bom desempenho e durabilidade de uma impermeabilização. Essa camada garante que não haverá perfuração e comprometimento da impermeabilização devido ao tráfego de veículos, pessoas ou outras ações mecânicas. Geralmente estas proteções são de baixas espessuras (≥ 5cm) e são utilizadas telas eletrosoldadas para combate à fissuras por retração/variação de temperatura do concreto.

O que são reforços secundários e como as fibras TUF-STRAND atuam?

Reforços secundários são descritos geralmente por reforços em tela de aço (no terço superior da seção) aplicados no concreto para resistência de fissuras por retração e variação de temperatura, bem como combate ao efeito de empenamento, comum em pisos de concreto. Esse tipo de reforço não oferece nenhuma capacidade estrutural adicional ao concreto. As macrofibras sintéticas, como a TUF-STRAND SF, em corretas dosagens, podem ser usadas para proporcionar capacidade resistente equivalente aos reforços secundários em aço. O reforço tridimensional proporcionado pelas fibras proporciona maior resistência nas variações de volume do concreto e também ajuda a distribuir as tensões igualmente no concreto. Se as fissuras se formarem, as fibras proporcionam uma ponte de transferência de tensões entre a fissura, ajudando a reduzir sua largura e dissipação.

As macrofibras não substituem as armaduras negativas compostas na laje.

E as microfibras?

As microfibras são fibras de baixo diâmetro e baixo comprimento (geralmente 12mm) e não devem ser usadas para as mesmas funções desse reforço em aço ou macrofibras sintética. Essas fibras limitam seu uso para combate de fissuras por retração plástica, comum nas primeiras idades do concreto.

Como calcular a dosagem das macrofibras TUF-STRAND?

Algumas metodologias de dimensionamento de armaduras para combate de fissuras por tensões de retração/temperatura em concreto, podem determinar a quantidade apropriada de reforço em aço, representado pelo valor As, de acordo com a seção de concreto. Para se calcular a dosagem apropriada de TUF-STRAND SF para essa aplicação, deve-se realizar ensaios de tenacidade na flexão do CRF de acordo com a norma ASTM C1609, que é usada para determinar uma capacidade resistente equivalente (Re,3). Este ensaio mede a porcentagem de resistência pós-fissuração que a fibra proporciona ao concreto em relação à resistência na carga de pico. Uma vez que o desempenho requerido tenha sido estabelecido, a dosagem apropriada da fibra pode ser determinada através desse parâmetro. Veja algumas dosagem de Tuf-Strand em substituição à telas soldadas.

Análise em reforço convencional

Análise em Concreto Reforçado com Fibras

Veja as duas equações como iguais e obtenha o valor de Re,3 (%)

Categorias:Sem categoria Tags:

Viapol oferece sistema antirruído

12/05/2014 2 comentários

Divulgação Assessoria de Imprensa Viapol.

Norma da ABNT refere-se à qualidade e o conforto das edificações e as atualizações realizadas com relação ao desempenho acústico nas moradias foram significativas,

trazendo mais qualidade de vida aos moradores

 

A partir de 19 de julho, entra em vigor a norma NBR 15.575/2013,  “Edificações Habitacionais – Desempenho”, publicada pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e fundamental para o setor da construção civil. A norma é abrangente e trata de requisitos gerais, estrutura, pisos, vedações verticais, cobertura e sistemas hidráulicos, incluindo os critérios relativos ao isolamento acústico das edificações, fator indispensável ao conforto e qualidade das habitações.

 

Abrangente, a norma exigirá a adequação de indústrias, construtoras e profissionais ligados à construção civil, uma vez que engloba todo o ciclo de vida das habitações, desde a formulação do projeto, até mesmo proteção ao fogo e estanqueidade.

 

A NBR 15.575 define três níveis de desempenho – mínimo (obrigatório), intermediário e superior -, que devem ser previstos desde o projeto. No que se refere a ruídos de impacto de pisos e coberturas, por exemplo, os sistemas de pisos separando unidades habitacionais autônomas devem apresentar índices de isolamento entre 66 e 80dB (decibéis), 56 e 65dB e maior ou igual a 55dB, respectivamente.

 

Entre outras determinações, a norma indica que as paredes geminadas entre dormitórios e outros ambientes devem ter desempenho mínimo de 45db de isolamento, enquanto as paredes de alvenaria deverão ter no mínimo 15 cm de espessura ou serem multicamadas e lajes de concreto, 10cm. Os pisos poderão ser isolados com mantas acústicas para que o som de uma habitação não se propague para outra.

 

A norma exige, ainda, portas e janelas de boa vedação e medidas que garantam o conforto térmico das unidades habitacionais. “Todas as indicações da norma garantirão um índice mínimo de qualidade, o que representará, a partir do segundo semestre, um diferencial na construção brasileira”, observa Fanny Cristina Sbracci, Gerente de Desenvolvimento de Produto e Mercado da Viapol.

 

 

                                       Sistema Acústico Viapol Antirruído®                                                   

O excesso de ruídos é um dos principais problemas de saúde pública, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) e uma das causas mais comuns de conflitos entre vizinhos. Lajes, tubulações, paredes e pisos são as principais vias de propagação de ruídos em edificações.

 

A Viapol, referência nacional no desenvolvimento de soluções para construção civil, ciente da relevância do tema, investiu no desenvolvimento do sistema acústico Viapol Antirruído®, que tem como finalidade amortecer e reduzir vibrações e ruídos causados por impacto em lajes de piso, proporcionando maior conforto acústico aos moradores das edificações verticalizadas. “As questões acústicas são de fundamental importância nas construções, pois afetam diretamente a vida das pessoas”, ressalta Fanny.

 

A alta performance aliada a aplicação extremamente rápida e simples, são os pontos fortes do produto da Viapol. O sistema é formado por um conjunto de produtos que se complementam e oferecem o melhor desempenho quando se tratam de lajes de piso, onde o produto é aplicado, podendo ser utilizado em construções residenciais ou comerciais, como academias, escolas, hospitais, etc.

 

O sistema compõe-se de uma manta, fornecida em bobinas de um metro de largura; do Viapol Antirruído® Rodapé fornecido também em bobinas com largura de 5 cm ou 10 cm; da fita autoadesiva Viaflex Fita, que possibilita a perfeita vedação entre as partes que compõem o sistema; e o Monopol Acrílico PU25 (branco ou cinza), um mástique acrílico que veda a junção entre o rodapé e o revestimento escolhido e utilizado após instalados o contrapiso e o revestimento desejado.

                   

“O Viapol Antirruído® é atualmente o sistema com maior redução percentual em ruídos de impacto e vibrações nas lajes de piso, superando os requisitos mínimos da norma para as lajes de piso, pois possui em sua formulação materiais que proporcionam o amortecimento das vibrações e o abafamento dos ruídos gerados por impacto”, destaca a gerente da Viapol.

 

 

Acesse também a FanPage da Viapol no Facebook: https://www.facebook.com/viapol

 

Ficou alguma dúvida? Entre em contato conosco!!

Categorias:Sem categoria Tags:

Banheiro protegido é com a Viapol!

14/04/2014 15 comentários

Divulgação Assessoria de imprensa Viapol.

Com produtos eficientes e fáceis de serem aplicados, é possível evitar o problema e as consequências da umidade gerada por paredes e pisos de banheiros sem impermeabilização

 

 

Em apartamentos e sobrados é comum haver umidade nas paredes dos dormitórios, causada por banheiros com paredes e pisos sem impermeabilização. O resultado disso inclui manchas na pintura, infiltrações em quartos vizinhos, mofo e bolor em móveis e ainda pode acarretar problemas de saúde, em especial os respiratórios.

 

Importante destacar que a impermeabilização é fundamental para qualquer área ou superfície que tenha contato com água ou umidade, sejam lajes, alicerces, paredes, piscinas, reservatórios, pisos ou mesmo jardineiras. Por isso, a infiltração de água em pisos e paredes de banheiros e de áreas frias, como cozinhas e áreas de serviço é bastante comum e exigem atenção redobrada.

 

Nos banheiros – além de serem áreas molháveis – os banhos quentes formam vapores que se infiltram na alvenaria através das juntas dos azulejos e da própria parede. A absorção de água aumenta ainda mais com os procedimentos de limpeza. Com a umidade, surgem os problemas, como pisos que trincam e se soltam, queda e rachadura de azulejos, paredes e tetos mofados ou trincados, surgimento de manchas e escurecimento das juntas. E as paredes vizinhas também podem sofrer as consequências.

 

Mas apesar de comum, o problema tem solução. A Viapol, referência nacional quando o assunto é impermeabilização, indica os produtos adequados e como devem ser aplicados nesta situação. E a boa notícia é que, cada vez mais avançados, esses materiais buscam solucionar o problema de forma eficiente e prática. A fácil aplicação aliada a embalagens que trazem de forma clara todas as informações necessárias para o uso, são os pontos fortes das soluções oferecidas pela Viapol.

 

 

A solução

A Viapol oferece uma ampla linha de impermeabilizantes indicados para as mais diferentes áreas e situações. Portanto, é preciso identificar o produto certo para cada necessidade, pois as soluções são variadas e dependerão das condições de cada ambiente.

 

Os produtos indicados abaixo e suas aplicações são recomendados para o caso de paredes internas que apresentem mofo, bolhas que estouram e danificam a pintura, por exemplo, e que a causa identificada seja a falta de impermeabilização nas paredes e piso em contato com o solo ou a umidade vinda de áreas frias, como o banheiro. Além da especificação do impermeabilizante, importante lembrar que estes ambientes devem ser projetados com caimento correto para que a água escoe em direção ao ralo.

 

A solução indicada pela Viapol para este caso é o Viaplus TOP (https://www.youtube.com/watch?v=5ncuLkUQLbs). Tanto na parede, como no piso do banheiro, o produto impermeabiliza evitando as infiltrações de umidade para os outros ambientes. Seu uso em conjunto com o Contra Umidade (https://www.youtube.com/watch?v=hObUV0xDYMw)  traz ainda mais segurança ao processo.

 

 

 

Viaplus TOP (https://www.youtube.com/watch?v=5ncuLkUQLbs)  impermeabiliza as paredes, além de servir como revestimento para ser utilizado antes do assentamento de pisos cerâmicos, evitando assim a ação de umidade proveniente do solo.O produto é bicomponente (resina + pó), semiflexível e possui ótima aderência.O bom desempenho do material depende do correto modo deaplicação, que é simples e deve atender aos seguintes passos:

 

1º - Umedeça o local de aplicação, que deve estar limpo e isento de falhas ou partículas soltas

- Faça a mistura em um balde. Coloque a resina e, em seguida, o pó.

3º – Aplique as demãos indicadas na tabela de consumo em sentido cruzado em camadas uniformes; aguarde o intervalo de duas a seis horas, conforme a temperatura ambiente, entre uma demão e outra.

- Após a cura da última demão, recomenda-se chapiscar com Viafix(adesivo para argamassas e chapisco) e rebocar novamente para receber a pintura final.

 

 

Eficiência permanente

Em situações onde não se aplicará o azulejo, recomenda-se impermeabilizar o reboco de acabamento com Contra Umidade (https://www.youtube.com/watch?v=hObUV0xDYMw), um aditivo que deve ser usado no preparo do reboco final, pois é um impermeabilizante mineral com eficiência permanente. Veja o passo a passo para aplicá-lo:

 

1º - Misture bem o produto antes de usar e dissolva-o em água na proporção de 1L para cada lata de 18L de cimento.

2º - Adicione a mistura ao cimento e areia

3º - Amasse uniformemente sem deixar grumos

4º -Aplique a argamassa aditivada com o Contra Umidade

 

Não deixe de conferir os vídeos dos produtos no nosso canal do YouTube:

  • VIAPLUS TOP: https://www.youtube.com/watch?v=5ncuLkUQLbs
  • CONTRA UMIDADE: https://www.youtube.com/watch?v=hObUV0xDYMw
  • VIAFIX: https://www.youtube.com/watch?v=-m-BAJmpI3A

 

Ficou alguma dúvida? Entre em contato conosco!!

Estamos à disposição!!

Viapol reserva novidades para a Feicon Batimat 2014

10/03/2014 2 comentários

Divulgação assessoria de imprensa Viapol.


Lançamentos e vídeos de aplicação de produtos serão destaques no estande da empresa.

A próxima edição da Feicon Batimat (Salão Internacional da Construção), que ocorrerá entre os dias 18 e 22 de março, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo (SP), contará mais uma vez com a presença da Viapol, referência nacional e internacional no desenvolvimento de soluções para a construção civil.

 

A empresa que se destaca por ser uma empresa realmente parceira e capaz de atender um projeto do início ao fim, seja na fundação, na estrutura ou no acabamento de grandes ou pequenas obras, terá um estande com foco nos produtos comercializados pelo varejo de material de construção.

 

Tradicional fabricante de mantas impermeabilizantes e de soluções químicas para este segmento, a Viapol reserva grandes novidades para os visitantes da Feicon. “Os investimentos em pesquisas e produtos que possam atender com excelência as necessidades dos nossos clientes são constantes e envolvem tanto novos produtos, como aperfeiçoamento dos itens existentes”, observa Cristiane Gottsfritz, gerente de marketing da Viapol.

 

Importante destacar que a atuação da Viapol no setor da construção foi reforçada no final de 2012, quando a empresa foi adquirida pela holding norte-americana RPM International Inc., que possui produtos comercializados em mais de 150 países e reúne empresas líderes dos segmentos de aditivos para concreto e argamassa, coberturas, anticorrosivos, pisos industriais, selantes, material de construção e serviços relacionados ao mercado industrial e de consumo.

 

Desde então, a Viapol passou a ser controlada pela Euclid Chemical, pertencente ao grupo RPM. Com isso, seu portfólio de produtos foi ampliado com complementos importantes em diversos segmentos, unindo especialidades e tecnologias de ponta, atendendo de forma ainda mais eficiente às necessidades do mercado nacional.

 

 

Informação

Além da exposição de seu amplo portfólio de produtos e de inovações importantes, a Viapol apresentará durante a Feicon oito novos vídeos técnicos, ou de aplicação dos produtos: Viaflex Fita,  Viaplus TOP, Viaplus 7000, Contra Umidade, Viaflex Parede, Massa F12, Vedalage Plus e Viaflex Preto.

 

Os vídeos – totalmente reformulados recentemente – foram cuidadosamente elaborados para levar informações aos profissionais do setor, sejam engenheiros, arquitetos, construtores, vendedores, instaladores e aos consumidores finais. De forma didática, objetiva e útil, os filmes reúnem dados importantes sobre o produto, locais onde pode ser aplicado, preparação das superfícies e sobre a aplicação em si.

 

“Diante de um vasto portfólio de itens e atuação em variados segmentos de mercado, a Viapol considera fundamental manter muito bem informados seus diversos públicos. Para isso, conta com diversas ferramentas, entre elas os vídeos de aplicação de produtos, que estão disponíveis em nosso site”, informa Cristiane.

 

 

 

Serviço:

Feicon Batimat 2014- Salão Internacional da Construção

Data: 18 a 22 de março

Horário: de terça a sexta-feira, das 11 às 20 horas; sábado das 9 às 17 horas

Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi – Av. Olavo Fontoura, 1209 – Santana – São Paulo (SP)

Estande da Viapol: Rua E, nº 500

 

Esperamos a sua visita!!

Categorias:Sem categoria Tags:

Proteja sua laje contra vazamentos

20/02/2014 6 comentários

Problemas de infiltração e alta temperatura são velhos conhecidos de quem possui laje. A deficiência da impermeabilização prejudica a vida útil da obra e traz muitos transtornos, que podem ser facilmente contornados com a utilização do produto certo.

 

O excesso de água, sem a devida impermeabilização das construções, pode trazer sérios transtornos às estruturas. Para solucionar estes problemas, a VIAPOL, referência nacional quando o assunto é impermeabilização, orienta quant
o às ações necessárias para maior proteção destas áreas.

 

Vale destacar que, em edifícios, lajes de cobertura e do térreo, terraços e jardins são as áreas dos condomínios residenciais onde o problema da infiltração é mais observado. A água da chuva que se infiltra pelos telhados ou pelas lajes pode produzir mofo e estragar móveis e a pintura dos imóveis. A impermeabilização adequada das lajes evita estas consequências.

 

Benefícios da laje impermeabilizada

Em muitos casos, as vantagens de uma laje impermeabilizada passam ainda pelo ganho de uma área utilizável geralmente para lazer ou para estacionamento de veículos em alguns tipos de edificações. Face ao preço do metro quadrado de terreno isso é sempre vantajoso para valorizar o empreendimento.

 

Se bem realizada, a impermeabilização oferece maior vida útil à edificação, com menor exigência de manutenção ao longo dos anos, valorizando a construção e permitindo ainda maior conforto térmico se associada a um sistema de isolação térmica, por exemplo.

 

A escolha do produto mais indicado para cada tipo de laje deve ser feita por um especialista, mas de forma geral, para coberturas não transitáveis, de pequenas dimensões, a impermeabilização com produtos acrílicos de cores claras, que refletem a radiação solar, reduzindo a temperatura sob a laje e que possuem baixo valor de Compostos Orgânicos Voláteis (COV), são as mais indicadas.

 

Para lajes maiores e transitáveis recomenda-se as mantas asfálticas. Ambas trazem resistência a raios UV, ajudam na redução do calor e garantem proteção contra infiltrações e goteiras.

Soluções sob medida

Para pequenas áreas e não transitáveis, uma das soluções indicadas pela VIAPOL é o Vedalage Plus Manta Líquida, um impermeabilizante à base de água, que pode ser aplicado a frio com trincha, rolo de pintura ou vassoura de pelo, formando uma membrana impermeável, elástica e flexível sobre as superfícies, impedindo a infiltração de água e umidade. É resistente a intempéries e possui secagem rápida (duas a três horas), facilitando e agilizando o trabalho de aplicação.

 

O produto possui um alto rendimento – até 18m² com um balde de 18kg –, proporcionando excelente custo-benefício. Vedalage Plus Manta Líquida é indicado para a impermeabilização de lajes de cobertura, marquises, abóbadas, telhas de fibrocimento, entre outras áreas. É resistente aos raios ultravioletas e favorece a redução de calor nos ambientes.

 

Sua aplicação é simples: a superfície deve estar limpa e seca; o produto deve ser diluído em água e aplicado em seguida. Se necessário, deve-se intercalar uma tela de poliéster (Mantex), malha de 2x2mm, entre a 2ª e a 3ª demãos.

 

Clique para assistir o vídeo de aplicação do Vedalage Plus Manta Líquida

As mantas asfálticas das linhas TORODIN, PREMIUM e CLASSIC são os produtos mais indicados para as lajes maiores. Compostas de asfalto polimerizado e estruturantes de poliéster e fibra de vidro, as mantas são apresentadas nos acabamentos polietileno, alumínio e ardoseada e estão disponíveis com espessuras de 3mm, 4mm e 5mm – que devem ser escolhidas de acordo com as características locais.

 

São indicadas para uso em varandas, terraços e lajes, entre outras aplicações, e oferecem alta resistência mecânica, ao envelhecimento e agentes atmosféricos, superando as exigências das normas técnicas, em elasticidade, flexibilidade, proteção e longevidade.

Após a regularização da área, recomenda-se a aplicação de primer Viabit ou Ecoprimer; deve-se alinhar a manta pelo requadramento da área, aplicá-la com maçarico ou asfalto quente, partindo dos ralos; fazer os rodapés com 30 cm, com reforço de meia cana e, ao final, fazer teste de estanqueidade por 72 horas.

 

 

 

Clique para assistir o vídeo de aplicação das Mantas Asfálticas

 

Para mais informações consulte nosso site: www.viapol.com.br

Ficou alguma dúvida? Entre em contato conosco!

 

Categorias:Sem categoria Tags:

Proteja sua laje contra vazamentos

13/01/2014 2 comentários

Divulgação assessoria de imprensa Viapol.

O verão é marcado pelas fortes chuvas e é nesta época que se evidenciam os problemas de umidade nas lajes das edificações. O excesso de água, sem a devida impermeabilização das construções, pode trazer sérios transtornos às estruturas. Para solucionar estes problemas, a Viapol, referência nacional quando o assunto é impermeabilização, orienta quanto às ações necessárias para maior proteção destas áreas.

 

Vale destacar que, em edifícios, lajes de cobertura e do térreo, terraços e jardins são as áreas dos condomínios residenciais onde o problema da infiltração é mais observado. A água da chuva que se infiltra pelos telhados ou pelas lajes pode produzir mofo e estragar móveis e a pintura dos imóveis. A impermeabilização adequada das lajes evita estas consequências.

 

Benefícios da laje impermeabilizada

Em muitos casos, as vantagens de uma laje impermeabilizada passam ainda pelo ganho de uma área utilizável geralmente para lazer ou para estacionamento de veículos em alguns tipos de edificações. Face ao preço do metro quadrado de terreno isso é sempre vantajoso para valorizar o empreendimento.

Se bem realizada, a impermeabilização oferece maior vida útil à edificação, com menor exigência de manutenção ao longo dos anos, valorizando a construção e permitindo ainda maior conforto térmico se associada a um sistema de isolação térmica, por exemplo.

A escolha do produto mais indicado para cada tipo de laje deve ser feita por um especialista, mas de forma geral, para coberturas não transitáveis, de pequenas dimensões, a impermeabilização com produtos acrílicos de cores claras, que refletem a radiação solar, reduzindo a temperatura sob a laje e que possuem baixo valor de Compostos Orgânicos Voláteis (COV), são as mais indicadas.

Para lajes maiores e transitáveis recomenda-se as mantas asfálticas. Ambas trazem resistência a raios UV, ajudam na redução do calor e garantem proteção contra infiltrações e goteiras.

 

Soluções sob medida

Para pequenas áreas e não transitáveis, uma das soluções indicadas pela Viapol é o Vedalage Plus Manta Líquida, um impermeabilizante à base de água, que pode ser aplicado a frio com trincha, rolo de pintura ou vassoura de pelo, formando uma membrana impermeável, elástica e flexível sobre as superfícies, impedindo a infiltração de água e umidade. É resistente a intempéries e possui secagem rápida (duas a três horas), facilitando e agilizando o trabalho de aplicação.

 

 

O produto possui um alto rendimento – até 18m² com um balde de 18kg –, proporcionando excelente custo-benefício. Vedalage Plus Manta Líquida é indicado para a impermeabilização de lajes de cobertura, marquises, abóbadas, telhas de fibrocimento, entre outras áreas. É resistente aos raios ultravioletas e favorece a redução de calor nos ambientes.

Sua aplicação é simples: a superfície deve estar limpa e seca; o produto deve ser diluído em água e aplicado em seguida. Se necessário, deve-se intercalar uma tela de poliéster (Mantex), malha de 2x2mm, entre a 2ª e a 3ª demãos.

 

As mantas asfálticas das linhas TORODIN, PREMIUM e CLASSIC são os produtos mais indicados para as lajes maiores. Compostas de asfalto polimerizado e estruturantes de poliéster e fibra de vidro, as mantas são apresentadas nos acabamentos polietileno, alumínio e ardoseada e estão disponíveis com espessuras de 3mm, 4mm e 5mm – que devem ser escolhidas de acordo com as características locais.

São indicadas para uso em varandas, terraços e lajes, entre outras aplicações, e oferecem alta resistência mecânica, ao envelhecimento e agentes atmosféricos, superando as exigências das normas técnicas, em elasticidade, flexibilidade, proteção e longevidade.

Após a regularização da área, recomenda-se a aplicação de primer Viabit ou Ecoprimer; deve-se alinhar a manta pelo requadramento da área, aplicá-la com maçarico ou asfalto quente, partindo dos ralos; fazer os rodapés com 30 cm, com reforço de meia cana e, ao final, fazer teste de estanqueidade por 72 horas.

 

 

Para mais informações acesse:

http://viapol.com.br/produtos_desc.php?menu=quimicos&codigo_item=255 (Vedalage Plus – Manta Líquida)

http://www.youtube.com/watch?v=bbfpULq5F4U (Vídeo Vedalage Plus – Manta Líquida)

http://viapol.com.br/produtos_desc.php?menu=asfaltos&codigo_item=43 (Viabit)

http://viapol.com.br/produtos_desc.php?menu=asfaltos&codigo_item=128 (Ecoprimer)

 

Ficou alguma dúvida? Fale conosco!!

Categorias:Sem categoria Tags: